Uerj Sem Muros 2010 – EAD Friburgo

O evento Uerj Sem Muros no Polo Friburgo foi um sucesso! Confiram a programação, imagens e os comentários sobre algumas das palestras.

Quem quiser registrar sua opinião sobre as palestras que assistiu ou sobre o evento como um todo, fique à vontade!

-==-


_Apresentação 1_

Das 8 as 9 horas da manhã, aconteceu a apresentação do projeto final da ex-aluna Andréia Guerra Pimentel, que se baseia na criação de um jogo, cujo propósito é ensinar aos alunos a dinâmica de habitats estuarinos (como o mangue).

Logo após, a também ex-aluna Thaline de Jesus Ornellas relatou sua experiência na pesquisa sobre o ensino de evolução biológica em uma escola de Nova Friburgo/RJ. Sua apresentação durou cerca de uma hora.

Veja algumas fotos!

A Profª Fátima Kzam, diretora do Polo, iniciando o evento.

A ex-aluna Andréia Guerra apresentando o seu projeto.

Os estudantes do Polo assistindo às apresentações.

A ex-aluna Thaline Ornellas apresentando o seu projeto.

_Os desafios da pesquisa social_

Das 10 as 12 horas, o professor André Laino (UENF) ministrou uma palestra sobre a Pesquisa social, seus desafios e suas características, além de relatar formas diversas de realizar trabalhos nessa área do conhecimento. Enfatizou o significado do ato de “fazer ciência”. Segundo ele, fazer ciência é perceber, criticamente, que o saber produzido na academia não irá atingir a todos. E para que este conhecimento esteja claro e disponível para o público interessado, é necessário definir no trabalho escrito, o que se faz, onde se faz, de que forma se faz e em que condições. O retorno dos resultados ao grupo que participou da pesquisa é muito importante para que o saber produzido não se restrinja aos muros da instituição de pesquisa/ensino.

Assista a um trecho da palestra no vídeo abaixo,  disponibilizado pela aluna Sheila, da Licenciatura em Pedagogia,  e confira a conclusão dela sobre a palestra!!

(Se você não estiver conseguindo visualizar o vídeo acima, acesse o link: http://www.youtube.com/watch?v=2oR_DXjDe5M&hd=1 )

“A chave para a pesquisa social é a clareza, objetividade e a simplicidade de forma pragmática, isso é o mais importante, o conhecimento (teoria) precisa relacionar-se com o público, deixando as relações semânticas (teoria-objeto) e sintáticas (teoria-teoria) com menor peso na pesquisa.”

_A EAD e a formação de professores_

Das 13 as 14 as professoras Andréia Waldhelm (CEDERJ) e Rita Mury (PUC – RJ), ambas ex-tutoras do  Polo Friburgo, apresentaram os resultados de seus estudos sobre o curso semipresencial de Pedagogia das séries iniciais na visão dos alunos do próprio Polo.

Para dar um toque de emoção no evento, aconteceu uma falha de energia que durou cerca de quarenta minutos! Mas de despeito disso, as discussões continuaram…

Logo após, a diretora do Polo e professora da UERJ, Fátima Kzam, apresentou o fruto de seu trabalho sobre a EAD na formação de professores e as concepções de saúde e meio ambiente.

_A importância da fauna do solo na agricultura: uma proposta de educação ambiental não-formal em Nova Friburgo/RJ_

Das 15 as 17 horas, a ex-aluna Kênia Bom de Barros apresentou ao público presente o seu projeto final de curso, que trata da fauna do solo, da sua importância para a manutenção da produtividade agrícola e da possibilidade de utilizar esta temática na educação ambiental não-formal, ou seja, na orientação dos agricultores familiares de Nova Friburgo.

Esse trabalho foi realizado em conjunto com a Embrapa e também com um agricultor do distrito de Salinas que permitiu que as pesquisas fossem realizadas em suas plantações.

Os objetivos do trabalho foram:

– Identificar a diversidade animal encontrada no solo da propriedade, em diferentes áreas de plantio e também na mata;

– Organizar os resultados obtidos na pesquisa de forma que fossem entendidos pelo agricultor;

– Dividir o conhecimento com o agricultor e sua família, a fim de que estes conheçam melhor o solo, podendo assim, trabalhar de uma maneira mais sustentável.

Atualmente o projeto da ex-aluna está sendo trabalhado com os alunos de um colégio técnico agrícola, o Ibelga (Instituto Bélgica – Nova Friburgo) em Nova Friburgo, visando levar esse conhecimento importante para outras famílias da região.

-==-

Infelizmente, a palestra das 15 as 17 horas, que falaria a respeito do assunto “Medicamentos como tema transversal do Ensino Médio”, não pôde ser realizada.

_____________________________________________________________

Agradecemos a todos que compareceram ao Polo nesse dia e também a todos aqueles que ajudaram a tornar esse evento possível. Que venham mais ‘Uerj Sem Muros’!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s