IV Eneciências

De 13 a 16 de maio de 2014 foi realizado o IV Encontro Nacional de Ensino de Ciências da Saúde e do Ambiente (IV Eneciências).

O evento aconteceu na UFF (Campus Praia Vermelha) e contou com a participação de alguns estudantes do Polo EAD de Nova Friburgo apresentando trabalhos.

E é com muito orgulho que anunciamos que o trabalho Aprendendo com os microrganismos: uma proposta prática foi escolhido como um dos melhores do evento e selecionado para publicação na revista eletrônica Ensino, Saúde e Ambiente.

O trabalho, de autoria das estudantes Michele Pereira de Souza (BIO) e Viviane Louback Gitti (BIO), em co-autoria com a tutora presencial Aline Peçanha Muzy Dias (BIO) e a professora Fátima Kzam Damaceno de Lacerda (IQ/UERJ), foi apresentado oralmente por Michele e agradou aos avaliadores.

A ex-estudante do Polo e agora licenciada em Ciências Biológicas, Elisângela de Almeida Cruz dos Santos também participou do evento apresentando o trabalho Cemitério como fonte de contaminação: uma temática ausente nas salas de aula, tema de seu projeto final de curso, orientado pela professora Fátima Kzam.

Outro trabalho aprovado para apresentação no evento foi o da também ex-estudante do Polo e licenciada em Ciências Biológicas, Hayna Goto Wakisaka, Energias fósseis e seus impactos socioambientais: um tema transversal na educação formal, também fruto de seu projeto final de curso.

Parabenizamos a todos pela participação no evento!

Confira os resumos dos trabalhos. Clique no título do trabalho caso queira baixar o artigo completo.

APRENDENDO COM OS MICRORGANISMOS: UMA PROPOSTA PRÁTICA

RESUMO

Na educação em ciências, a integração entre teoria e a prática é imprescindível para uma melhor compreensão/construção/assimilação dos conhecimentos, se constituindo como um facilitador da aprendizagem. O mesmo se aplica à microbiologia, área responsável pelo estudo dos microrganismos, onde esta integração possibilita aos discentes compreenderem a importância desses seres para a manutenção da saúde e sua aplicabilidade nas áreas farmacêutica, alimentícia, agrícola, dentre outras. Neste contexto, uma proposta de atividade com materiais alternativos é apresentada de forma que os docentes possam aplicá-la em suas aulas sem a necessidade do uso de um laboratório de ciências, visto que muitas escolas não possuem recursos para a manutenção do mesmo. Os resultados apontam para a possibilidade de trabalhar a microbiologia com estudantes do ensino básico e também com a comunidade em uma perspectiva de pesquisa.

Palavras-chave: Microbiologia, Educação, Saúde, Material alternativo.

______________________________________________

CEMITÉRIO COMO FONTE DE CONTAMINAÇÃO: UMA TEMÁTICA AUSENTE NAS SALAS DE AULA

RESUMO

Os cemitérios geram impacto ambiental por serem fontes de contaminação que altera a parte física, química e biológica do solo e das águas subterrâneas e superficiais. Devido ao risco ambiental causado pelos cemitérios e à preocupação com os mananciais subterrâneos que abastecem a maioria das grandes cidades, acredita-se que esse tema mereça uma atenção especial no âmbito educacional. O presente trabalho tem como objetivo investigar o conhecimento de alunos e professores acerca desta temática e conhecer as propostas pedagógicas dos professores para prática de ensino em sala de aula. O questionário foi o instrumento escolhido para realizar o levantamento de dados empíricos desta pesquisa. De acordo com resultados obtidos, foi possível verificar que se trata de tema não discutido na educação formal, tanto no ensino básico como nos cursos de formação de professores, o que indica a necessidade de trabalhar esta temática em sala de aula.

Palavras-chave: Cemitérios. Poluição. Educação Ambiental. Interdisciplinaridade.

______________________________________________

ENERGIAS FÓSSEIS E SEUS IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS: UM TEMATRANSVERSAL NA EDUCAÇÃO FORMAL

RESUMO

A utilização de energia fóssil pelo ser humano possui um longo histórico que testemunha o apogeu e declínio das primeiras civilizações. No entanto, nos últimos anos, foi observada a crescente utilização dos recursos fósseis e, em paralelo, diversos danos socioambientais. O presente trabalho visa apresentar os referidos impactos socioambientais e analisar a distribuição dos danos entre as populações em função de sua renda, além de destacar o papel da educação ambiental para a discussão do tema no ambiente escolar. Como metodologia, uma pesquisa bibliográfica foi realizada seguida de um relato de experiência desenvolvida no município de Itaboraí-RJ, local sede da implantação do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, o COMPERJ. Neste contexto, a educação ambiental torna-se imprescindível para a ampliação do entendimento do papel dos estudantes como atores socioambientais e, desta forma, corresponsáveis pela preservação do meio ambiente.

Palavras-chave: Educação Ambiental. Interdisciplinaridade. Impactos Ambientais.

______________________________________________

A professora Fátima Kzam (à direita) e a ex-aluna do Polo EAD de Nova Friburgo, Elisângela de Almeida Cruz dos Santos, ao lado do pôster de seu trabalho.

A professora Fátima Kzam (à esquerda) e a ex-aluna do Polo EAD de Nova Friburgo, Elisângela de Almeida Cruz dos Santos, ao lado do pôster do trabalho Cemitério como fonte de contaminação: uma temática ausente em sala de aula.

A estudante do Polo, Michele Pereira de Souza (BIO), uma das autoras do trabalho Aprendendo com os microrganismos: uma proposta prática.

A estudante do Polo, Michele Pereira de Souza (BIO), uma das autoras do trabalho Aprendendo com os microrganismos: uma proposta prática.

uma das palestras realizadas durante o evento

Uma das palestras realizadas durante o evento

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s