IV mostra de artes do polo EAD de NF

Publicado em 16/08/2018 por polofriburgo

Para dar início a IV mostra de artes do Polo EAD de Nova Friburgo, nesta terça feira, dia 07 de agosto de 2018, houve uma palestra com escritor George dos Santos Pacheco, que é membro da Academia Friburguense de Letras, e publicou diversas obras.

WhatsApp Image 2018-08-16 at 15.52.42

Foto 1: Alunos que participaram da palestra, juntamente com o escritor George dos Santos Pacheco. Créditos: Clarisse Tolledo.

No encontro George falou um pouco mais sobre seus dois livros:

  • Uma aventura perigosa: “Que foi seu segundo livro, é um romance onde o autor conta a história de Max de Castro, um funcionário público insatisfeito com o trabalho e com problemas no casamento. Após uma crise de estresse, em pleno expediente, e incentivado por um psicanalista em um programa de entrevistas, ele escreve uma carta confessando seus maiores segredos, que deve ser escondida e destruída em 24 horas, mas a mesma desaparece, antes que ele pudesse fazê-lo. Em “Uma Aventura Perigosa”, George dos Santos Pacheco descreve de forma audaciosa e sem pudores as aventuras sexuais do “orgulhoso, impulsivo, e machista” Max de Castro; com toques de humor e sarcasmo, narra a impossibilidade de sair ileso a qualquer relacionamento, garantindo grandes surpresas aos leitores.”
uma-aventura-perigosa.jpeg

Foto: Capa do livro “Uma aventura perigosa”. Créditos: Clarisse Tolledo.

  • O Pacto: “A trama narra a história de Théo Lücke, homem que se depara morto diante do próprio Diabo, com quem faz um acordo para um pacto para ter sua vida de volta: regressar ao mundo dos vivos e trazer outra pessoa ao Tinhoso para pagar seus pecados. De volta ao plano terreno, e enquanto procura por quem vai pagar o pato em seu lugar, tem a oportunidade de descobrir a verdade sobre si mesmo e – quem sabe? – conseguir salvar sua pele, literalmente. Pacheco recebeu Moção Especial de Louvor da Câmara Municipal de Nova Friburgo pelo lançamento de ‘O Pacto’.
whatsapp-image-2018-08-16-at-15-58-03.jpeg

Foto 3: Capa do livro “O Pacto”. Créditos: Clarisse Tolledo.

O palestrante terminou apresentando um curta metragem que prendeu a atenção de todos os participantes.

Na quarta feira, dia 08 de agosto de 2018, ocorreu no Polo EAD de Nova Friburgo, uma palestra sobre reutilização com a palestrante Sandra Arruda. A convidada transforma resíduos em arte! Um produto, quando é reutilizado, pode ser aplicado na mesma função que exercia antes de ser descartado ou em outras funções. Um exemplo é o uso de garrafas como objetos de decoração.

lixo em arte

Foto 4: Palestrante Sandra Arruda. Créditos: Clarisse Tolledo.

A palestrante ressaltou que na sociedade ocidental contemporânea, o consumo é um dos pilares do sistema capitalista  por isso, atualmente se produz muito lixo. Todo esse insumo é descartado de forma errônea no meio ambiente, poluindo a água, o solo e o ar. Uma das formas de minimizar esses impactos é reciclando ou reutilizando.

Todos os dias vários materiais são considerados inúteis e jogados nos lixos domiciliares, como garrafas, potes, botões, caixas de papelão, etc. Mas existem muitas formas para reutilizar esses produtos. Ao reutilizar estamos contribuindo para minimizar a retirada de matéria-prima da natureza e reduzir a quantidade de água e energia necessária à fabricação de novos bens de consumo. Portanto, sempre que possível, reutilize!

reutilizando
reutilizando 3
Foto 5: Produtos reutilizados pela palestrante. Créditos: Clarisse Tolledo

Na quinta feira, dia 09 de agosto de 2018, o palestrante Rodrigo Freitas, estudante do 2º período de Ciências Biológicas, do Polo CEDERJ de Nova Friburgo, trouxe sua catalogação de plantas endêmicas das montanhas de Nova Friburgo. O palestrante é montanhista, e faz muitas trilhas e acampamentos. Por se identificar com a área da botânica, começou a registrar fotos de plantas e flores e, após entrar em contato com especialistas da área, acabou descobrindo que seu trabalho era de extrema importância, pois muitas das espécies estavam em extinção e eram apenas endêmicas da região.

plantas

Foto 6: Palestrante Rodrigo Freitas. Créditos: Carolina Maciel Mattos.

Sua pesquisa é de suma importância para o município, pois através de sua catalogação o Parque Estadual dos Três Picos, que é a área Geográfica onde estão localizadas essas populações, pode conseguir apoio financeiro para a preservação dessas espécies. Além disso, auxilia de forma positiva o turismo científico para a região. Através do seu estudo, Nova Friburgo fica conhecida por conter essas inúmeras preciosidades da flora em seu solo.

As plantas que o estudante Rodrigo mostrou em sua apresentação foram: Barbacenia Seubertina; Passiflora Catharinensis; Quesnelia Lateralis; Aphalandra Variegata; Zygopetalum Maxilare; Salvia sp; Zygopetalum Triste; Sinningia Cardinalis, Hippeastrum Aulicum; Prepusa Hookeriana; Verbascum Virgatum; Hedychium Coccineum.

Foto 7: Barbacenia Seubertina. Créditos: Carolina Maciel Mattos.
Foto 8: Sinnigia Cardinalis. Créditos: Carolina Maciel Mattos.
Foto 9: Prepusa Hookeriana. Créditos: Carolina Maciel Mattos.
Foto 10: Verbascum Virgatum. Créditos: Carolina Maciel Mattos.
Foto 11: Hippeastrum Aulicum. Créditos: Carolina Maciel Mattos
Foto 12: Salvia sp. Créditos: Carolina Maciel Mattos
Foto 13: Aphalandra Variegata. Créditos: Carolina Maciel Mattos
Foto 14: Zygopetalum Triste. Créditos: Carolina Maciel Mattos
Foto 15: Hedychium Coccineum. Créditos: Carolina Maciel Mattos

Para dar continuação as atividades da quinta feira, após o palestrante Rodrigo, houve apresentação do Cine Rua, que é um projeto praticado em comunidades onde o principal objetivo é levar cultura, através da música e do cinema, aos locais onde o acesso é mínimo.

Para dar introdução, cada um dos participantes falou um pouco do princípio terapêutico da música e do cinema. No contexto da saúde, a música é utilizada como veículo para ajudar a manter, melhorar e/ou restabelecer funções cognitivas, comunicativas, emocionais e sociais, utilizando as experiências musicais como uma forma de mediação. No caso do cinema, durante a visualização de um filme, ocorre a ativação de mecanismos psíquicos, onde podemos vivenciar, de forma empática, as mais diferentes experiências emocionais procedentes do outro. As pessoas que assistem a um filme podem atribuir ao outro seus próprios sentimentos, porém inaceitáveis para si. A ativação desses mecanismos promove uma maior ou menor interação do indivíduo com o que está sendo visualizado, na medida em que sentimentos e lembranças de experiências pessoais vão sendo mobilizados. O público participou ativamente das atividades propostas.

cine rua

Foto 16: Participantes do Cine Rua, e alunos que assistiram a palestra. Créditos: Carolina Maciel Mattos.

Na sexta feira, dia 10 de agosto de 2018, houve uma palestra com Rebecca Coutinho, também estudante do curso de Ciências Biológicas do Polo CEDERJ de Nova Friburgo, onde o assunto abordado foi Entomologia, que é o estudo dos insetos. Rebecca trabalha no Museu Nacional, e relatou um pouco da sua vivência de trabalho, e como a fotografia auxilia de forma positiva na identificação dos insetos.

enromologia.jpg

Foto 17: Palestrante Rebecca Coutinho. Créditos: Carolina Maciel Mattos.

A Entomologia está relacionada a diferentes áreas de conhecimento, como a ecologia, a genética, a taxonomia, entre outras. Por meio desse estudo, podemos conhecer a morfologia e fisiologia dos insetos e utilizá-los de diversas formas:

  • Entomologia Agrícola– Estuda os insetos de interesse agrícola, tanto os insetos praga como os seus inimigos naturais. Como exemplo, podemos citar as lagartas que atacam o algodoeiro e os parasitoides que atacam as lagartas. Com esse conhecimento pode-se aplicar o Controle Biológico de pragas, diminuindo a utilização de agroquímicos, beneficiando o ambiente com menor contaminação do solo e da água, além de produzir alimentos sem resíduos de agrotóxicos.
  • Entomologia Forense– Estuda a biologia dos insetos, suas fases de vida e a partir desse conhecimento, quando uma pessoa morre e nela são encontrados insetos, pode-se estimar a data da morte e auxiliar em investigações criminais.
  • Entomologia Médica– Os insetos estabelecem relacionamento com os seres humanos sendo que, muitos podem ser considerados parasitas e o homem seu hospedeiro. Assim, a entomologia médica se preocupa em conhecer o ciclo de vida dos insetos como agentes etiológicos e vetores de doenças. Como exemplo, a dengue transmitida pela picada do mosquito aedes aegypti.
c478efff-cd90-4a87-b8ea-30fbeae5cd99

Foto 18: Participantes da palestra sobre Entomologia, juntamente com a palestrante Rebecca Coutinho. Créditos: Carolina Maciel Mattos.

Após a palestra sobre Entomologia, houve uma oficina de circo com Dalmo Latinni, na qual ele pediu para que todos fizessem uma roda, e nos ensinou a manusear dois instrumentos que fazem parte dos shows circenses, as bolinhas para malabares e o Diabolo Yoyo. Essa oficina foi extremamente divertida e auxiliou na concentração em realizar tarefas e na persistência.

Foto 19: Oficina de circo. Créditos: Carolina Maciel Mattos
9f24a60a-b248-49e4-b392-c7f59ae9aba4
circo