Histórico da EAD

O surgimento da EAD no Brasil

A história da Educação a Distância (EAD) no Brasil teve início em 1904. Nessa época, instituições privadas passaram a oferecer cursos técnicos por correspondência. A partir de 1923 outras organizações foram criadas, popularizando a EAD. Podemos citar a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro (1923), Instituto Monitor (1939), Instituto Universal Brasileiro (1941) e o Instituto Padre Reus (1974).

Entre 1970 e 1980, instituições privadas e Organizações Não Governamentais (ONGs) passaram a oferecer cursos supletivos a distância, com aulas via satélite acompanhadas de kits de material impresso. Nos meados da década de 1990, surgiu a universidade virtual compreendida como ensino superior a distância com o uso das Tecnologias de Comunicação e Informação (TIC), sigla para designar o conjunto de recursos tecnológicos e sua potencialidade de comunicação.

A partir de 1994, as universidades brasileiras passam a se dedicar à pesquisa e à oferta de cursos superiores a distância, usando as novas tecnologias nesse processo.

Com a publicação da atual Lei de Diretrizes e Bases para a Educação Nacional, em dezembro de 1996, surge a primeira legislação específica de regulamentação para a educação a distância (Art. 80º.), oficializando assim a EAD como modalidade válida e equivalente para todos os níveis. Fica determinada, a obrigatoriedade da presença do aluno nos momentos de avaliação, estágio, defesa de trabalho e ou conclusão de curso. Todos os cursos a distância deverão ter a mesma duração estabelecida para os cursos na modalidade presencial correspondentes. Poderão ser aceitas transferências e aproveitamento de estudos realizados em cursos presenciais, da mesma forma que os cursos presenciais poderão aceitar os alunos oriundos dos cursos a distância.

Em 1992, foi criada a Universidade Aberta de Brasília (Lei 403/92) como objetivo de atingir três campos específicos de acesso a todos: a educação continuada, reciclagem profissional em diversas áreas, e o ensino superior (graduação e pós graduação).

Em 1997, universidades e centros de pesquisas começaram a disponibilizar Ambientes Virtuais de Aprendizagem, iniciando a oferta de cursos de pós graduação, via internet, marcando o nascimento da universidade virtual no Brasil.

Entre 1999 e 2001 as universidades virtuais se agruparam formando redes de cooperação acadêmica, tecnológica ou comercial. Assim, foram criados os consórcios por afinidade regional, temáticos, englobando as redes de instituições públicas, privadas e confessionais.

_Alguns números da EAD:

De acordo com o Anuário Brasileiro de Educação a Distância, publicado pela ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância), temos os seguintes dados oficiais:

– 1.278.022 pessoas estudaram por EAD em 2005, em diferentes níveis e áreas.

– As instituições de ensino que ministram a EAD cresceu 30,7%, passando de 166 no ano de 2004 para 217 em 2005.

– O número de alunos cresceu, passando de 309.957 em 2004, para 504.204 em 2005.

– Em 2005 foram oferecidos 321 novos cursos por EAD.

Segundo o site da Folha dirigida, o Brasil já soma cerca de 3 milhões de alunos de EAD. Em dezembro de 2008 o país já contava com 2.648.031 alunos matriculados em cursos a distância, em todos os segmentos.

Segundo levantamento feito pelo Anuário Brasileiro Estatístico de Educação Aberta e a Distância (AbraEAD) em sua edição de 2008, mais de 2,5 milhões de brasileiros estudaram em cursos de EAD em 2007.

_Sites pesquisados:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm, acesso em 21/09/2010

http://ccvap.incubadora.fapesp.br/ portal/coletivo/1-historico-da-ead , acesso em 21/09/2010

http://wikipedia.org/wiki/educação_a_distância, acesso em 21/09/2010

http://ead.folhadirigida.com.br/?p=435, acesso em 21/09/2010

http://www.abraead.com.br/noticias.cod=x1.asp, acesso em 21/09/2010

http://www2.abed.org.br/noticia.asp?Noticia_ID=401, acesso em 21/09/2010

http://portal.mec.gov.br/index.php?view=article&catid=193%3Aseed-educação-a-distancia, acesso em 21/09/2010

 

Para saber mais:
– NUNES, Ivonio Barros. A História da EAD no mundo. In: LITTO, Fredric Michael; FORMIGA, Manuel Marcos Maciel. Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009, p.2-8.
– ALVES, João Roberto Moreira. A História da EAD no Brasil. In: LITTO, Fredric Michael; FORMIGA, Manuel Marcos Maciel. Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009, p.9-13.

Anúncios